terça-feira, 4 de novembro de 2014

Resenha livros - Não se apega, não.


Comprei esse livro no último mês do advogado na livraria da ordem, que estava com 50% de desconto. Paguei aproximadamente uns R$12,00.
 
Título: Não se apega, não Autora: Isabela Freitas Editora: Intrínseca Ano: 2014 Páginas: 256

Esse livro virou um fenômeno nas redes sociais e fiquei bem curiosa para ler e saber se era tão bom assim mesmo.

Sinopse: Desapegar: remover da sua vida tudo que torne o seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase “você deve encontrar a metade da sua laranja”. Calma lá, amigo. Eu nem gosto de laranja. O amor vem pros distraídos.
Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar o namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal per-fei-to! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos. Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, com as tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado. Isabela Freitas, em seu primeiro livro, narra os percalços vividos por sua personagem para encarar a vida e não se apegar ao que não presta, ainda assim, preservando seu lado romântico

O livro fala sobre uma garota que se chama Isabela, tem 22 anos e, após o último termino de namoro, começa a repensar a vida. Ela que sempre foi uma pessoa "namoradeira", resolve que precisa passar um tempo sozinha, limpar o coração e conseguir ser uma pessoa mais desapegada. 

"O desapego não é indiferença, covardia ou desinteresse. O desapego é se libertar de tudo aquilo que te faz mal e te causa sofrimento. Desapegar é sinônimo de se libertar. Soltar as algemas. Colocar asas. Se permitir voar novamente. O desapego é a aceitação, é o desprendimento."

Eu gostei bastante do livro, mas acho que é uma leitura para pessoas mais novas. Pois, pelo menos para mim que tenho 24 anos, algumas partes parecem meio bobinhas.

Parece ser uma mistura da história dela mesmo com um pouquinho de ficção. A linguagem é jovem e moderna, o que torna a leitura mais fácil. 

Tem frases ótimas e momentos que me fizeram realmente refletir. Então recomendo para quem está passando por um momento difícil e que de algum modo precise "desapegar".

 

Um comentário:

  1. nossa, só pelo nome ja da msm uma super curiosidade pra ler né! hehe, adorei a resenha

    www.tofucolorido.blogspot.com
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir